:: O que é UT ::
O que é Universidade Tecnológica
 
O conceito de Universidade Tecnológica está especificado no artigo 52 da Lei 9.394 de 20/12/1996, que diz o seguinte:
 
Art. 52. As universidades são instituições pluridisciplinares de formação dos quadros profissionais de nível superior, de pesquisa, de extensão e de domínio e cultivo do saber humano, que se caracterizam por:
 
I - produção intelectual institucionalizada mediante o estudo sistemático dos temas e problemas mais relevantes, tanto do ponto de vista científico e cultural, quanto regional e nacional;
 
II - um terço do corpo docente, pelo menos, com titulação acadêmica de mestrado ou doutorado;
 
III - um terço do corpo docente em regime de tempo integral.
 
Este artigo fundamenta a meta central do CEFET-MG, cujo modelo de Universidade Tecnológica, proposto e protocolizado no Ministério da Educação (MEC), caracteriza-se pela oferta de educação pública e gratuita, com verticalização do ensino - educação de nível médio, superior (graduação) e de pós-graduação - e ênfase na ciência aplicada e na educação tecnológica.
 
Essas características envolvem:
 
  • oferta verticalizada de ensino, pela manutenção dos cursos técnicos de nível médio, com continuidade da política de expansão do número de vagas para esse nível e também para os cursos superiores;
 
  • diálogo permanente entre os níveis de ensino, com vistas à efetiva integração da Educação Profissional Técnica de Nível Médio com o ensino superior nos âmbitos da Educação Profissional e da Educação Superior Geral – graduação - e deste com a pós-graduação, tanto em termos do itinerário formativo do aluno quanto em termos de atuação dos professores das diferentes carreiras;
 
  • integração entre ensino, pesquisa e extensão com atuação voltada prioritariamente para a ciência aplicada;
 
  • formação tecnológica e politécnica voltada para o desenvolvimento sustentável e a modernidade inclusiva;
 
  • relação escola-setor produtivo com base na defesa da interação entre trabalho e cultura, tecnologia e ciência;
 
  • fortalecimento das ações de extensão comunitária, integradas à política de ensino e pesquisa, em busca da consolidação das relações escola-sociedade para o desenvolvimento de projetos que promovam a inclusão social;
 
  • diálogo crítico na interação escola-comunidade, na direção do enfrentamento dos problemas sociais;
  • Programa de Avaliação Institucional contínua, em todos os níveis de ensino.
 
Nesse conjunto de proposições, a verticalização do ensino, no âmbito da educação tecnológica, adquire importância fundamental na caracterização da Universidade Tecnológica Federal Minas Gerais, demarcando um de seus diferenciais no país.